Home
Sistema redes
Quem somos
Notícias e Atualizações
Documentos Técnicos
Você participa
 
Veja também »
14/09/2009
Pedágios urbanos não solucionarão um problema ambiental
11/08/2009
A lei e os mototaxistas
16/07/2009
Os desafios de transportes do Rio
31/07/2009
Matriz energética: biomassa no lugar de combustíveis fósseis
19/05/2009
Transporte público e a candidatura do Rio
12/05/2009
A hora e a vez de uma política de preços para combustíveis
24/03/2009
Respostas do campo às crises econômica e ambiental
27/05/2009
Sustentabilidade e vantagem competitiva
25/08/2008
A vez de Manchester
25/08/2008
Ele voltou!
24/01/2008
Quatro vezes sem carro
29/04/2008
O melhor jeito de chegar lá
18/05/2006
A utilização do Biodiesel no Transporte Urbano
19/11/2008
Transporte rápido por ônibus
17/12/2008
A crise do transporte público
10/11/2008
Certificação ISO 14001 eleva o desempenho verde da Sound Transit
22/09/2008
Uma alternativa que deu certo
09/10/2008
Transporte público: Vital para o futuro da Austrália
09/10/2008
Hidrogênio como combustível: BVG testa operação com ônibus livre de CO2.
15/10/2007
O biodiesel e os desafios da inovação
13/08/2008
O Transporte Urbano e o Meio Ambiente
10/09/2008
A mobilidade urbana pede socorro
10/09/2008
Incentivando o uso de biocombustíveis no transporte público
12/09/2008
Poluidores em dívida
05/09/2008
Uso do transporte coletivo supera individual na Grande SP
04/08/2008
Brasil deve explorar mais a tecnologia diesel
29/05/2008
São Paulo está perdendo a mobilidade e se tornando cada vez menos eficiente
19/06/2008
Verdades e mentiras em torno dos biocombustíveis
01/03/2008
Hora de decisão
01/03/2008
Nação de consumidores
01/03/2008
Uma função muito privada
19/06/2008
Ferroviário e rodoviário têm de atuar juntos
20/05/2007
Prioridade para o transporte coletivo: a vez dos BRTs
13/05/2008
Biocombustíveis: obstáculos e avanços
26/08/2007
Os desafios do transporte coletivo
16/04/2008
Demagogia e subsídios contra os biocombustíveis
17/04/2008
O que é, afinal, pedágio urbano?
18/04/2008
Etanol - reagindo ao tiroteio global
20/03/2008
O trânsito em São Paulo e as alternativas para melhorá-lo
23/04/2008
Em meio a críticas, biocombustíveis preparam sua segunda geração
01/11/2007
Mais de 30 milhões de passageiros em ônibus e trens durante a Copa do Mundo de futebol.
25/02/2008
transporte-transito
22/01/2008
O Brasil tem condições técnicas de reduzir a porcentagem do enxofre no diesel?
29/01/2008
Biodiesel e agricultura familiar
18/02/2008
A hora e a vez dos bondes e metrôs
29/01/2008
Sem manutenção preventiva, o Metrô pára!
20/02/2008
O diesel brasileiro é prejudicial à saúde
07/02/2008
O biodiesel na hora da verdade
21/02/2008
Avaliação do transporte: Estamos incluindo todos os benefícios?
05/12/2007
Capital chinesa acelera implantação de corredores
27/02/2008
O transporte urbano nas eleições
23/01/2008
O custo do Fura-fila
27/01/2006
Legal é usar o vale-transporte
14/09/2007
O espaço público de circulação e a ocupação desigual
08/01/2007
Transporte público coletivo X tarifas
03/10/2007
Pressão popular contra o aquecimento global
14/01/2008
Programa do biodiesel é exemplo para o mundo
24/09/2007
Financiamento da infra-estrutura de transporte público
01/04/2007
Transporte público em Xangai: passado, presente e futuro
27/09/2007
Equipes de alta performance!
28/09/2007
Economista cruza dados da Cetesb, do SUS e do Detran
01/05/2007
Sistema de faixa de ônibus intermitente: Projeto de demonstração em Lisboa
26/07/2007
No transporte urbano, a hora é esta
01/05/2007
Troca de frota, quem se beneficia: o passageiro ou o empresário?
05/09/2007
Redução de custos e maximização de recursos na indústria de ônibus urbanos.
21/08/2007
Transporte público gratuito: marketing ou estratégia política?
14/08/2007
A infra-estrutura rodoviária e a competitividade
15/08/2007
País merece um ônibus melhor
01/10/2000
O transporte pode ajudar na luta contra a pobreza
24/11/2006
Como não matar nossa velha mãe
06/06/2007
Os excluídos do transporte urbano
06/06/2007
De problema a solução
08/06/2007
Busque a certificação. Faz bem para os lucros
01/04/2007
A todo vapor
14/05/2007
Proconve 6, o desafio
21/05/2007
Sistemas de transporte inteligentes
23/11/2006
Mobilidade Urbana: Saídas para o tráfego
16/04/2007
Biodiesel não é óleo vegetal
13/03/2007
Frota de carros engrossa
27/10/2003
Paraíso para pedestres
12/03/2007
O corredor suspenso
04/03/2005
Pavimento de concreto: feito para durar
25/04/2007
Trem bala e sua estrutura ao redor do mundo
17/05/2007
A mobilidade de uma nova era
09/02/2007
Biodiesel: Ovo de Colombo ou História da Carochinha?
26/06/2005
Biodiesel: mais uma oportunidade perdida?
06/05/2005
Os desafios da mobilidade sustentável
28/01/2006
A ferrovia pede passagem
31/01/2007
Cobrança de uso de estradas e como ela pode afetar a provisão de transporte público no Reino Unido
09/02/2007
Europa propõe limite de emissões de CO2 em veículos novos
18/01/2007
Pequim acelera o desenvolvimento do sistema de transporte público antes dos jogos olímpicos de 2008.
19/01/2007
BRT ou não?
17/01/2007
Operações de ônibus em Cingapura – Alcançando qualidade e serviço barato com viabilidade financeira
16/01/2007
Reestruturando o transporte público em Kaunas - Lituânia
15/01/2007
BRT estilo francês ou Bus à Haut Niveau de Service (BHNS)
01/10/2006
O exemplo da Colômbia
22/01/2007
Transantiago: redesenhando o transporte público em Santiago, Chile
11/02/2008
O que são Créditos de Carbono?
13/11/2006
Metrobús: o fim do martírio dos usuários na capital mexicana
02/01/2006
Pequenas obras, grandes resultados
25/10/2006
Combustível feito à base de grãos pode aliviar a demanda por diesel e diminuir o impacto no efeito estufa
11/08/2005
Concepção do manual de projeto e dimensionamento de terminais de ônibus urbanos
17/07/2006
Riscos do subsídio federal para o transporte urbano
24/10/2006
Sem soluções operacionais, ou de acessibilidade para acompanhar o crescimento das cidades, o transporte público continua em crise
17/10/2006
O transporte da próxima década começa hoje
29/09/2006
Mobilidade urbana, meio ambiente e... eleições
22/09/2006
Economias de escala do usuário no transporte público
21/10/2005
Sem acessibilidade, perdem-se oportunidades
01/08/2006
Informação ao cliente utilizando tecnologia VoIP
14/08/2003
GESTEC – gestão de sistemas de transporte público
08/08/2005
Os vários impactos do bilhete único em São Paulo e na sua região metropolitana
10/04/2004
Transporte coletivo integrado e bem planejado é prioridade
01/01/2006
A quem interessa o pagamento em dinheiro?
16/03/2006
A vitória da união e do bom senso
11/08/2005
Estratégia energético-ambiental: ônibus com célula a combustível
15/01/2006
A Importância dos Caminhos Metropolitanos
25/06/2006
Os sistemas de transportes
04/04/2005
Sistemas Integrados de Transporte: considerações e reflexões
08/03/2005
Você sabe qual a diferença entre PPPs, Privatizações e Concessões?
02/05/2006
A vocação brasileira para os biocombustíveis
16/12/2005
Biocombustíveis como bens ambientais: proposta para a paz mundial
08/11/2004
Novo Modelo de Gestão e Remuneração das Subconcessionárias do Serviço Público de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Belo Horizonte
06/06/2006
Nova gestão e readequação de quadro de funcionários da Gatusa transportes, com apoio de software de programação.
01/05/2004
Gestão Metropolitana do Transporte Público
06/06/2006
Resultado da implantação de novo modelo de gestão e remuneração dos serviços de transporte coletivo de Belo Horizonte
06/06/2006
Apresentação dos ganhos obtidos com o reconhecimento das estratégias desenvolvidas pelos funcionários
29/06/2006
Serviços gratuitos: Uma ilusão e ameaça ao transporte público
03/07/2006
Índices de inflação: a hora é de avançar, mas com cautela.
28/09/2005
Qual o melhor combustível para o transporte coletivo urbano no Brasil?
01/07/2005
Municípios Investem na Reestruturação dos Sistemas de Transporte
01/07/2005
Novas Tendências de Política Tarifária no Brasil
11/04/2005
O Futuro Elétrico
Clique aqui para enviar seu artigo.
14/04/2006 | GRUPO E - ASPECTOS ORGANIZACIONAIS
O transporte público e a mobilidade na transformação da cidade
Por: Gerson Luis Bittencourt

O transporte público e a mobilidade urbana, em qualquer lugar do mundo, são fatores determinantes na qualidade de vida das pessoas e assumem papel de destaque na atração de investimentos e no crescimento econômico, sobretudo nos grandes centros.

Em Campinas, cidade sede da região metropolitana, sinônimo de desenvolvimento econômico e referência tecnológica para todo o País, isso não é diferente. No município, cerca de 500 mil viagens são realizadas diariamente por pessoas que utilizam o transporte público para trabalhar, estudar, passear ou buscar um emprego. Fato que demonstra a importância desse serviço que deve ser tratado como um instrumento de inclusão social.

Por isso, o Governo do prefeito Hélio de Oliveira Santos dá um passo ousado ao propor a reorganização e racionalização do sistema de transporte. Porque mudar o transporte e melhorar as condições de circulação significam uma profunda e radical transformação da cidade em direção à modernidade e à valorização do ser humano.

Mais do que uma promessa de novo tempo para os serviços, as medidas selam o compromisso do Governo Hélio em tratar o transporte público como prioridade, buscando-se um padrão de excelência, tecnologia e acessibilidade, nunca antes experimentados.

A proposta de um novo modelo nasce a partir de um diagnóstico conhecido da população. Ou seja: o transporte atual está muito aquém da qualidade que a cidade merece. Isto porque o sistema é mal estruturado e irracional, com sobreposições de linhas, excesso de veículos na região central e pequena oferta de transporte nas regiões periféricas. Condição esta que eleva o custo e não beneficia o usuário.

Para dar resposta às duas questões, a Setransp realizará uma reestruturação operacional, redistribuindo as linhas, para evitar a concentração no Centro e melhorar a circulação neste espaço.

Instituirá, também, uma nova política tarifária, que beneficiará as pessoas que mais precisam do transporte, e já iniciou um novo processo de regulamentação do sistema, com a elaboração de um novo projeto de lei para o transporte e o lançamento do processo de licitação dos serviços. Destaque necessário tem que ser feito a este item, uma vez que a última licitação para o transporte público convencional em Campinas foi realizada há 24 anos, quando nem mesmo o País dispunha de uma nova Constituição Federal, não havia sido instituída ainda a Lei de Licitações e Contratos (8.666), nem a Lei de Concessões (de 1995) e os atuais contratos desse serviço não incorporam dados importantes dessas legislações.

A licitação terá regras claras para empresas que virem prestar serviços no sistema e a sociedade terá a oportunidade de participar de um amplo debate para as melhorias da rede. Uma audiência pública para este debate já está confirmada para o dia 13 de maio. Reuniões com as comunidades serão realizadas para que a população faça suas sugestões.

Na reformulação operacional, o novo sistema prevê ainda inovação veicular, mais acessibilidade, e comunicação visual moderna, com o uso de cores para facilitar o acesso ao transporte.

Mas é na política tarifária, que a Administração fará a sua mais ousada mudança, com a adoção do Bilhete Único, que deve promover uma verdadeira "redistribuição de renda", traduzida em economias para o bolso do trabalhador e nos tempos de deslocamento. Ninguém mais ficará refém de um único itinerário e poderá utilizar mais de uma viagem de ônibus dentro de um período de uma hora para chegar ao seu destino, com o pagamento de uma única tarifa.

O Bilhete Único também será um importante instrumento de inclusão social, à medida que facilita a vida das pessoas, principalmente daquelas que moram mais longe e encontram dificuldades na busca de empregos, para acessar escolas ou os mais diversos serviços pelo alto custo da tarifa.

O novo sistema de transporte público de Campinas, batizado como InterCamp, foi idealizado de forma muito particular, levando em conta suas características para a integração, distribuição territorial, o aproveitamento dos equipamentos existentes como o leito do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), a circulação na região central entre outras características próprias da cidade.

Outro ponto de destaque na reestruturação será a redefinição do sistema alternativo/seletivo. Respeitando os contratos vigentes (com validade até 2007), a Prefeitura está dialogando com a categoria a melhor opção para que este serviço esteja integrado ao sistema dentro de definições e regras claras estabelecidas pelo Poder Público.

A cidade ainda vai ganhar mais. Um novo Plano Geral de Circulação, implantado junto com o InterCamp, priorizará o transporte público na região central e nos grandes eixos de circulação e garantirá atenção especial à segurança do pedestre.

As medidas também contemplam a busca do equilíbrio do sistema, com a qualificação do serviço e redução dos custos para atrair novos usuários.

É uma ampla mudança, pensada para priorizar os que mais precisam, mas que beneficiará toda a cidade. Uma iniciativa que marca a busca incansável da nova Administração em utilizar todos os instrumentos e tecnologias necessários para a construção de uma cidade socialmente mais justa, mais acessível, e que garanta não só a mobilidade, mas oportunidades para todos.
Desenvolvido por:
NTU - Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos
© Copyright 2019 - Todos os direitos reservados. | suporte: ntumaster@ntu.org.br | Tel: 2103-9293